CARNAVAL BOM PRA CACHORRO

E finalmente chegou o tão esperado carnaval! Carnaval é um feriado super democrático, uns vão pra praia, uns se jogam na Netflix, uns vão para retiros, e muita gente vai cair na folia! De um jeito ou de outro o carnaval agrada (quase) todo mundo, não é mesmo?


Mas e nossos dogs, como vão curtir o carnaval?

Nesta hora é preciso tomar uma decisão bastante racional e pensando sempre no bem-estar dele.


Trouxemos algumas dicas para curtir o carnaval com seu cachorro de forma segura e divertida. Vem ver!


Pra quem vai viajar

Na hora de viajar bate aquele dilema, levar o pet junto ou não?


Eu particularmente amoooo viajar com meus cães, sempre que posso eles vão comigo, mas não concordo com as afirmações do tipo “só vou onde ele vai” ou “ele vai em todo lugar comigo”, até porque mesmo locais que permitem animais muitas vezes não são locais adequados a todos os animais.


Hoje felizmente temos muitas opções de hotéis e pousadas pet friendly, mas tão importante (talvez até mais) quanto conferir se o local aceita animais, é avaliar se o destino é adequado ao seu animal.

Antes de decidir levá-lo junto avalie como será a programação, ele vai conseguir fazer as refeições nos horários que está acostumado? Vai ter tempo para descansar em um local tranquilo e confortável? Vai estar protegido do sol e do calor nas horas mais quentes do dia? Os locais que vai visitar, fora do hotel, também aceitam animais? Seu peludo fica confortável e tranquilos nestes ambientes?

Todas essas perguntas são muito importantes de serem feitas antes de decidir levá-lo junto.


Vai viajar de carro com seu pet? Então confere aqui dicas sobre como transportar seu cachorro no carro com segurança.


Pense bem se a programação da viagem é confortável e segura para seu peludo, se estiver em dúvida melhor deixá-lo em segurança. Hotéis para cães, hospedagem domiciliar, um parente que ame seus peludos, ou até mesmo em casa sob cuidados de um pet sitter profissional, são algumas opções para os cães que não vão viajar junto.


Pra quem vai maratonar séries

Tem aquela galera, (que como eu, confesso!) que vai curtir o carnaval no bloco da Netflix, desfilar na unidos do edredom com abadá de pijama e sentir o vento do ventilador! Essa parece fácil, os peludos vão curtir junto, certo?



Mas neste caso também é preciso ter atenção ao seu pet, pra nós uma série na Netflix pode ser muito legal, mas pra ele é um tédio total. Aqui o cuidado é pra não mergulhar na preguiça e deixar os passeios, exercícios físicos e atividades dos peludos de lado. Os cães precisam gastar energia, tanto física quanto mental, por isso reserve uma parte do dia, de preferência bem cedinho por causa do calor, para sair, passear e se divertir com seu dog. Ele vai voltar calminho e dormir gostoso no sofá com você.


Pra quem vai cair na folia

Em várias cidades do Brasil está cada vez mais comuns os blocos, festas e até bailinhos de carnaval para os pets, e na minha opinião, é a opção que necessita maior atenção.


Não leve seu dog para folia de humanos. Os desfiles, blocos e demais festas de carnaval não são locais apropriados para os cães. O som alto (de música, fogos ou só das pessoas mesmo) incomoda os cães que tem uma audição muito mais sensível do que a nossa. Aglomeração de pessoas é estressante para a maioria dos cães, vai deixá-lo ansioso e inseguro. Além disso ele pode se perder ou até mesmo ser pisoteado se houver algum incidente no local.


Festas e blocos de carnaval para pets podem ser muito legais, mas precisam ser realmente adaptados para cães, e não uma extensão da nossa própria folia. E, como qualquer outra atividade, não é adequada a todos os cães, importante sempre avaliar se é o melhor para o seu cão.


Fantasias pet são uma das coisas mais fofas que existem, mas o ideal é colocar a fantasia, garantir a foto do Instagram e tirar em seguida. Ver os dogs com fantasias pode ser muito divertido para nós, mas só para nós! Pense nisso!



As fantasias, além de incomodar e atrapalhar os movimentos, podem ter peças pequenas como botões, lacinhos, florzinhas, pedrinhas, lantejoulas, que podem ser engolidas e causar um problemão.

Fantasias, mesmo de tecidos leves, vão esquentar o seu cão e deixá-lo muito desconfortável, além de aumentar o risco de hipertermia. Estamos no verão, deixe seu dog curtir o carnaval fantasiado de “nudes”.


Nunca use tintas, sprays e glitters no seu dog, podem causar alergias e problemas respiratórios.


O mais importante, observe sempre se o seu peludo está confortável e feliz na situação. Observe a linguagem corporal dele, olhos, focinhos, rabo e orelhas dizem muito. Ele estar quieto não quer dizer que está feliz, ok?


Não leve seu peludo a lugares com outros cães se ele não for totalmente socializado e gostar de estar em lugares assim. Além da possibilidade de causar brigas e confusões, ele certamente ficará estressado e poderá criar traumas mais difíceis de resolver.


Nunca force seu animal a ambientes que que não está feliz, você pode ser a rainha ou o rei do carnaval e amar a folia, enquanto seu cão prefere o conforto da caminha dele e um brinquedo gostoso pra roer, e tudo bem! Importante sempre respeitar a sua individualidade, deixe ele em casa, bem cuidado e protegido e vá cair na farra.


Pra todo mundo

Mantenha a vacinação em dia. Essa dica vale sempre, mas em épocas de agito e novos aumigos é ainda mais importante, confira sempre as vacinas do seu dog e converse com um veterinário de confiança sobre protocolos vacinais individualizados.


Cuidado com pulgas, carrapatos e mosquitos. Essa dica também vale para todos os passeios, não deixe seu peludo desprotegido. No verão é ainda maior a incidência de pulgas, carrapatos e mosquitos, que trazem doenças aos nossos peludos. Não podemos descuidar.

Por aqui utilizamos repelente natural a base de óleo de neem, em grandes, graaaandeeees quantidades, e funciona super bem. Converse com o seu vet para saber qual a melhor prevenção para seu dog, não existe uma mesma solução que seja a melhor pata todos.


Plaquinha de identificação tem que usar sempre, além de coleiras, guias e peitorais confortáveis e de boa qualidade para evitar que seu peludo se perca, e caso aconteça a plaquinha poderá ajudá-lo a voltar para casa.


Cuidado com o calor, esta época do ano é muito quente em todo Brasil, muito importante tomar alguns cuidados para evitar que seu animal desidrate, que queime os coxins ou até tenha uma hipertermia. Não saia de casa com ele entre 11h e 16h, confira sempre se o chão está frio para não queimar as patinhas, e nunca o deixe exposto ao sol por muito tempo. Ofereça sempre muita água para seu peludo, mas nunca o force a beber.


Confira mais dicas para cuidar do cachorro no verão.


Cuidado com coisas jogadas no chão. Nesta época é preciso redobrar a atenção ao que seu animal bota o focinho, latas e cacos de vidro podem feri-lo, restos de alimentos e bebidas podem ser ingeridos e causar problemas gastrointestinais.


Não utilize glitter comum, glitter convencional é microplástico e vai parar no mar e prejudicando muito os animais marinhos. Já existem opções para garantir o brilho de forma ecológica e sustentável, pesquise sobre glitter ecológico ou glitter biodegradável.


Não use fantasias ou acessórios com penas de animais. Esta nem preciso comentar, não é mesmo?


E o mais importante, aproveite o carnaval, seja ele como for, para amar e mimar muuuuito o seu peludo!

face aquarela.png
insta aquarela.png

Fale com a Cãomigo

pelo WhatsApp

WhatsApp_Logo_1.png

PARCEIROS

jeni.png
Positivo_Laranja_vertical.jpg
Logo_bigudis_fundo branco.png