top of page

CARNAVAL PET FRIENDLY?

Como curtir o carnaval com meu cachorro de forma segura e divertida?




O Brasil tem o melhor carnaval do mundo, não fui em todos, mas acredito nisso kkkkk


Sem falar que carnaval é um feriado super democrático, uns vão pra praia, uns pros bloquinhos, outros pro sambódromo, pros trios elétricos, e tem até quem prefira se jogar na Netflix. A verdade é que, de um jeito ou de outro, o carnaval agrada (quase) todo mundo, não é mesmo?


Mas e nossos pets, será que o carnaval é mesmo bom pra eles?


BLOCOS DE CARNAVAL PET FRIENDLY


Em várias cidades do Brasil está cada vez mais comuns os blocos, festas e até bailinhos de carnaval para os pets, e sim, podem ser passeios muito legais, mas é preciso muito cuidado.


Não leve seu dog para folia de humanos.

Os desfiles, blocos e demais festas de carnaval não são locais apropriados para os cães.

O som alto (de música, fogos ou só das pessoas mesmo) incomoda os cães que tem uma audição muito mais sensível do que a nossa. Aquele trio elétrico incrível pra nós, é uma tortura para eles.

Aglomeração de pessoas é estressante para a maioria dos cães, mesmo que ele seja muito socializado, é muuuuita gente, e isso vai deixá-lo ansioso e inseguro. Até mesmo as danças e movimentos das pessoas, podem ser muito assustadores para os cães. Imagine só as fantasias!


Além disso, ele pode se perder ou até mesmo ser pisoteado se houver algum incidente, como tumulto ou brigas, o que não é incomum nestas festas, né?


Festas e blocos de carnaval para pets podem ser muito legais, mas precisam ser realmente adaptados para cães, e não uma extensão da nossa própria folia.

Uma festa para os cães precisa ser em ambiente controlado, calmo, sem música alta, sem tumulto. Sem cacos de vidro, comidas e bebidas pelo chão, sem adereços que eles possam comer. E, ainda assim, se for tudo pensado para os cães, como qualquer outra atividade (incluindo trilhas), não é adequada para todos os cães. Cada cão é único, e é essencial avaliar se é o melhor para o seu cão.


Não leve seu peludo a lugares com outros cães se ele não for totalmente socializado e gostar de estar em lugares assim. Além da possibilidade de causar brigas e confusões, ele certamente ficará estressado. Observe sempre se o seu peludo está confortável e feliz na situação. Observe a linguagem corporal dele, olhos, focinhos, rabo e orelhas dizem muito. Ele estar quieto não quer dizer que está feliz, ok?


Gosta de folia? Se joga garota!

Mas nunca force seu animal a ambientes que que não está feliz, você pode ser a rainha ou o rei do carnaval e amar a folia, enquanto seu cão prefere o conforto da caminha dele e um brinquedo gostoso pra roer, e tá tudo bem! Importante sempre respeitar a sua individualidade, deixe ele em casa, bem cuidado e protegido e se jogue na folia.



FANTASIAS DE CARNAVAL PARA OS CÃES


Fantasias pet são uma das coisas mais fofas que existem, mas o ideal é colocar a fantasia, garantir a foto do Instagram e tirar em seguida. Ver os dogs com fantasias pode ser muito divertido para nós, mas só para nós! Pense nisso!


As fantasias, além de incomodar e atrapalhar os movimentos, podem ter peças pequenas como botões, lacinhos, florzinhas, pedrinhas, lantejoulas, que podem ser engolidas e causar um problemão.


Fantasias, mesmo de tecidos leves, vão esquentar o seu cão e deixá-lo muito desconfortável, além de aumentar o risco de hipertermia. Estamos no verão, deixe seu dog curtir o carnaval fantasiado de “nudes”.


Quer tirar foto? Ok vai, confesso que fiz isso com o Bob essa semana, olha que fofinho ele ficou gente!


Mas juro que foi menos de 5 minutos. A gente bota o enfeite, faz a foto, e tira logo. Combinado?


Nunca use tintas, sprays e glitters no seu dog, podem causar alergias e problemas respiratórios.


E que tal ser consciente na sua fantasia também?

Não utilize glitter comum. Glitter convencional é microplástico e vai parar no mar e prejudicando muito os animais marinhos. Já existem opções para garantir o brilho de forma ecológica e sustentável, pesquise sobre glitter ecológico ou glitter biodegradável, existem opções incríveis e sustentáveis no mercado.


Não use fantasias ou acessórios com penas de animais. Esta nem preciso comentar, não é mesmo?



PRA VIAJAR NO CARNAVAL COM SEU PET


Pra quem prefere fugir do agito, a companhia do pet é ideal.

Mas antes de botar os pés e as patas na estrada, planeje como será a sua programação.

Seu pet vai conseguir fazer as refeições nos horários que está acostumado? Vai ter tempo para descansar em um local tranquilo e confortável? Vai estar protegido do sol e do calor nas horas mais quentes do dia? Os locais que vai visitar, fora do hotel, também aceitam animais? Seu peludo fica confortável e tranquilos nestes ambientes?


Todas essas perguntas são muito importantes de serem feitas antes de decidir levá-lo junto.



Pense bem se a programação da viagem é confortável e segura para seu peludo, se estiver em dúvida melhor deixá-lo em segurança. Programação de carnaval pode não ser uma boa para seu cachorro. Farra, música alta, batucada e folia não combinam com os pets, melhor deixá-los em casa ou em um bom hotel para pets.


Avaliou tudo isso e decidiu levá-lo?

Uhuuul feriadão pet friendly vai ser incrível!


Bora relembrar alguns cuidados importante para viagens com pets:


Mantenha a vacinação em dia.

Essa dica vale sempre, mas em épocas de agito e novos aumigos é ainda mais importante, confira sempre as vacinas do seu dog e converse com um veterinário de confiança sobre protocolos vacinais individualizados.


Cuidado com pulgas, carrapatos e mosquitos.

Essa dica também vale para todos os passeios, não deixe seu pet desprotegido. No verão é ainda maior a incidência de pulgas, carrapatos e mosquitos, que trazem doenças aos nossos peludos. Não podemos descuidar.


Plaquinha nos pets

Plaquinha de identificação tem que usar sempre, além de coleiras, guias e peitorais confortáveis e de boa qualidade para evitar que seu pet se perca. E caso aconteça a plaquinha poderá ajudá-lo a voltar para casa.


Cuidado com o calor

Esta época do ano é muito quente em todo Brasil, muito importante tomar alguns cuidados para evitar que seu pet desidrate, que queime os coxins ou até tenha uma hipertermia. Não saia de casa com ele entre 11h e 16h, confira sempre se o chão está frio para não queimar as patinhas, e nunca o deixe exposto ao sol por muito tempo. Ofereça sempre muita água para seu peludo, mas nunca o force a beber.



Cuidado com coisas jogadas no chão. Nesta época é preciso redobrar a atenção ao que seu petbota o focinho, latas e cacos de vidro podem feri-lo, restos de alimentos e bebidas podem ser ingeridos e causar problemas gastrointestinais.


E o mais importante, aproveite o carnaval, seja ele como for, para amar e mimar muuuuito o seu cachorro!









留言


bottom of page